Olimpíada de Robótica Livre

Facilitador: Danilo Rodrigues César (UFBA) Nomenclaturas * IHL - Interface de Hardware Livre * DEC - Dispositivos Eletrônicos a serem Comandados * SASL - Sistemas e Aplicativos em Software Livre Apresentação da Olimpíada Durante a III Semana de Software Livre da UFC estaremos realizando a Olimpíada de Robótica Livre.

Ela terá um caráter de oficina, pois iremos compartilhar o conhecimento com a colaboração entre
grupos. Estaremos trabalhando com no máximo 20 participantes (5 grupos de 4 pessoas), pois construiremos uma Interface de Hardware Livre(IHL) para cada grupo, além da construção de um "artefato técnico" com a utilização de sucatas que será controlado pela IHL.

Os grupos serão formados no primeiro dia da olimpíada e assim cada grupo irão juntos definir qual o tema/material que irá levar para a olimpíada (tendo em vista as limitações da IHL e do tempo da olimpíada). No último dia da olimpíada, cada grupo apresenta seu produto final construído a partir do "Lixo tecnológico". Uma comissão irá avaliar os artefatos construídos, e o melhor projeto levará um prêmio que será definido pela organização da SESOL.

A interface IHL é responsável pela comunicação entre o software de controle e os dispositivos eletrônicos a serem comandados. Possui características de baixo custo e facilidade de montagem, já que quase todos os componentes eletrônicos são encontrados em equipamentos obsoletos ou
inutilizados de informática ou eletrônica. Componentes mais difíceis de serem encontrados nos equipamentos descartados podem ser comprados em lojas de eletrônica.

Esta interface é capaz de controlar até 8 dispositivos eletrônicos de entrada e 4 dispositivos
eletrônicos de saída. A partir do projeto da IHL, os educandos, em grupos, constroem suas próprias IHL. Vale ressaltar que o valor cobrado já inclui os materiais básicos. Recomenda-se que os alunos já tenham conhecimento em eletrônica (corrosão de placas de circuito impresso, soldagem de componentes eletrônicos, etc) e conhecimentos básicos de linguagem de programação (iremos programar em shell script usando o aplicativo Kommander).

 

Etapas

  1. Sensibilização: Palestra de Robótica Livre esclarecendo as propostas pedagógicas e as atividades.

  2. Temas Geradores - Demonstração do funcionamento e das possibilidades de uso das tecnologias da robótica, como elemento integrador do projeto, em torno do qual se estruturam as atividades propostas.

  3. Capacitação básica - Aprendizagem específica num nível suficiente para entendimento do
    funcionamento dos dispositivos e recursos (IHL, DEC e SASL) dos seguintes conteúdos: informática; eletricidade e eletrônica; lógica binária; linguagem de programação: Shell script e Logo; montagem de circuito impresso; noções de dispositivos eletromecânicos: Motores e sensores; construção e reaproveitamento de materiais: Roldanas, engrenagens, eixos; noções de projeto.

  4. Experimentações de controle do DEC - Utilizando modelos de DEC construídos e testados anteriormente pelo propositor do curso, o grupo visualiza de forma concreta o controle dos DEC através da robótica. Nesta etapa, os educandos aprendem a montagem dos DEC e dos circuitos demandados (IHL, fiação, ligação da fonte de alimentação ...) utilizando a IHL e DEC disponibilizados.

  5. Planejamento dos projetos de controle do DEC - Organização do grupo em pequenos subgrupos, denominados equipes. Cada equipe apresenta e discute com o grupo seu projeto específico, do
    qual constam o nome, descrição, diagrama de montagem, planilha de materiais a serem utilizados e o esboço de um cronograma inicial.

  6. Montagem da IHL - No primeiro momento o propositor do curso indica em quais equipamentos obsoletos ou inutilizados podem ser encontrados os componentes para a montagem da IHL. A partir desta engrenagem propulsora, o propositor instiga os grupos a pesquisarem outras fontes alternativas de equipamentos, para extraírem os componentes necessários para a montagem da IHL.

  7. Montagem dos projetos de controle do DEC - Nesta etapa o propositor do curso indica quais equipamentos costumam conter dispositivos eletromecânicos, como motores e sensores, além
    de materiais que ajudarão o educando na montagem de seus projetos de controle do DEC, como eixos, roldanas, engrenagens, fiações, bornes de ligação, resistores, etc. Vale lembrar que esta possibilidade não se limita a equipamentos de informática e o propositor instiga os educandos a procurarem outras fontes alternativas.

  8. Avaliação - A avaliação é cíclica, ou seja, o tempo todo devem ser avaliadas as atividades, o projeto desenvolvido, os processos envolvidos e o produto final na ROBÓTICA LIVRE. Material de apoio http://libertas.pbh.gov.br/~danilo.cesar/robotica_livre Como participar? Para participar basta efetuar a inscrição pelo site em inscrições para mini-cursos e fazer o depósito na conta indicada no sistema de inscrição.

O valor de R$30,00 cobrado será referente a compra dos materiais necessários para a execução da oficina (R$ 130,00 por equipe).